Nampula vai contratar apenas 20 técnicos superiores para o Sector da Educação

0
165
Professora em sala de aula

Nampula (IKWELI) – A província de Nampula, a mais populosa de Moçambique, prevê contratar apenas vinte professores com formação superior para o sector da Educação e Desenvolvimento Humano para o ano lectivo de 2019.

Eugénia Aristides, directora provincial adjunta da Educação e Desenvolvimento Humano, que tornou publicamente as vagas, fez saber que somente 1.410 novos professores serão contratados, sendo “1.290 docentes do nível quatro (N4), 100 do N3 e 20 docentes de N1”.

Para os professores de nível médio formados nos institutos espalhados pela província há vagas garantidas mas, a grande disputa está mesmo para os de nível superior, tendo em conta os números de graduados vindos das instituições públicas e privadas de ensino superior existentes em Nampula.

Espera-se que os novos quadros superiores sejam distribuídos pelos 23 distritos que Nampula dispõe, o que quer dizer que há distritos que não terão novos professores com formação superior.

O processo de apuração, que iniciou em Dezembro do ano passado e com duração de trinta dias, poderá terminar no próximo dia 20 de Janeiro corrente.

Todavia, a situação de escassez de vagas abre espaço para a prática de actos de corrupção. Segundo denúncias recebidas na nossa redacção, por cada vaga do nível superior cobra-se, no mínimo, 20.000,00Mt (vinte mil meticais). (Sitoi Lutxeque)