Nampula vai ter centro de atendimento integrado da mulher vítima de violência

0
187

Nampula (IKWELI) – O governador de Nampula, Victor Borges, anunciou, no último domingo (7 de Abril), que a província vai dispor, ainda no corrente ano de 2019, de um Centro de Atendimento Integrado a Mulher Vítima de Violência.

O centro será constituído por diversas instituições públicas, precisamente a direcção do Género, Criança e Acção Social, Saúde, Polícia da República de Moçambique (PRM) e o Instituto do Patrocínio e Assistência Jurídica (IPAJ) e tem em vista garantir uma assistência imediata e qualificada às vítimas.

Borges garantiu que as vítimas vão beneficiar-se de assistência jurídica e psico-social de modo a superar os traumas.

O governante acredita que com a criação do Centro de Atendimento Integrado a Mulher Vítima de Violência, os casos de violência doméstica poderão reduzir em particular nas mulheres, visto é camada que tanto sofre.

O dirigente, também, mostrou a sua preocupação com os casamentos prematuros que tem vindo a se registar na província por isso, tratou de apelar as mulheres para se envolver no combate deste mal.

Borges apontou um outro fenómeno que o deixa preocupado. Trata-se da violação sexual a rapariga. “Educar uma rapariga é educar uma nação”, recordou o dirigente.

Diante dos anúncios e queixas do governante, Maria Elisa, secretária provincial da Organização da Mulher Moçambicana (OMM) apontou que o desafio da mulher na actualidade é combater o analfabetismo e os casamentos prematuros, bem como outras formas de violação dos direitos das mulheres. (Celestino Manuel e Teresa Paposseco)