Presidente da Renamo exige demissão do director-geral do STAE

0
342

Nampula (IKWELI) – O presidente do partido Renamo, Ossufo Momade, exigiu na manhã desta segunda-feira (29), a margem da abertura do 2º Conselho Nacional daquela formação política, a demissão do director-geral do Secretariado Técnico de Administração Eleitoral, Felisberto Naife, por, de forma manifesta, estar a pôr em causa o processo de recenseamento eleitoral em curso no país.

A reunião magna da Renamo decorre na cidade de Nampula, norte do país, e tem o seu término previsto para a amanhã dia 30.

Ossufo, falando em teleconferência para os conselheiros, recordou que “por causa das calamidades naturais que assolaram as regiões centro e norte do país, apelamos em tempo útil, ao governo para que o recenseamento eleitoral fosse adiado por 45 dias, de modo a permitir que a nossa população pudesse reassentar-se e reerguer as suas vidas”.

Quanto a este apelo, segundo Momade, “por causa da arrogância, o regime fez ouvidos de mercador e hoje se assiste um autêntico fiasco do recenseamento eleitoral com muitos problemas técnicos no terreno e uma operacionalização abaixo do desejável. Constata-se a falta de painéis solares, cabos e inversores para além de avarias constantes dos mobiles ID, o que significa que há muitas brigadas de recenseamento que não funcionam devidamente” por isso, “exigimos a demissão do Director Geral do STAE e apelamos à Comissão Nacional de Eleições para desmantelar essas práticas que são uma violação à legislação eleitoral, de modo que o processo de recenseamento seja o mais transparente e abrangente”.

Ainda assim, o presidente da Renamo está convicto que o seu partido sairá vencedor das eleições de 15 de Outubro próximo.

“As eleições de 15 de Outubro de 2019, serão realizadas sob um novo figurino e reguladas por um quadro jurídico de descentralização, proposto pela Renamo, um legado deixado pelo nosso saudoso e carismático presidente Afonso Dhlakama”, recordou o general Momade, para concluir que “estamos certos que a vitória vem do sacrifício, por isso apelamos a todos os quadros, membros e militantes do partido a dar o máximo de si na mobilização para que os potenciais eleitores adiram massivamente aos postos de recenseamento eleitoral de modo a concretizar o grande imperativo nacional, a vitória esmagadora, retumbante e asfixiante da Renamo”. (Aunício da Silva e Sitoi Lutxeque)