Homens residuais da Renamo serão envolvidos na produção da riqueza

0
560
  • Garante Filipe Nyusi, Presidente da República.

O Presidente da República de Moçambique (PR), Filipe Nyusi, garantiu na cidade de Nampula, na tarde desta quinta-feira (6), que os homens residuais da Renamo a serem desmobilizados no âmbito das negociações da paz, em curso, serão envolvidos na produção de riqueza no país.

No entender do dirigente, as guerras tem lugar quando os cidadãos não estão envolvidos em actividades produtivas e de rendimento, por isso é fundamental que as pessoas se dediquem a produção.

Nyusi trabalhou na cidade de Nampula no âmbito da entrega de maquinarias agrárias aos beneficiários do programa SUSTENTA, uma iniciativa do Ministério da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural (MITADER) que está sendo implementado desde o ano de 2017, nas províncias de Nampula e Zambézia.

Em Nampula, o SUSTENTA está sendo implementado nos distritos de Malema, Ribáuè, Mecúburi, Lalaua e Rapale, mas o PR garantiu que nos próximos tempos o programa será expandido para os outros distritos da mais populosa província do país, e gradualmente para outros pontos de Moçambique.

Para garantir sustentabilidade das actividades do programa, Nyusi apelou aos produtores para que se juntem em cooperativas, com vista a desenvolver melhores mecanismos de transmissão de conhecimento, uma opinião partilhada pelos beneficiários.

Ao todo, os produtores receberam quinze camiões e vinte tractores agrícolas devidamente equipados com vista a aumentar a produção e produtividade.

No âmbito da comercialização, Nyusi incentivou a produção de culturas de maior procura no mercado internacional, com destaque para a soja e o feijão bóer, e para a garantia de vendas, o PR disse estar em negociações com os maiores compradores mundiais destes produtos, como é o caso da Índia, país com o qual manteve contacto, por via do respectivo Primeiro – Ministro, para absorção dos produtos moçambicanos.

Num outro desenvolvimento, o Presidente de Moçambique fez saber que para a garantia da mobilidade e comercialização agrária, o executivo que dirige procedeu a reabilitação de pouco mais de duzentos e cinquenta quilómetros de estradas.

Nos dez distritos das duas províncias onde o SUSTENTA é implementado, quatro mil e cem pequenos produtores estão sendo assistidos na melhoria das suas capacidades de produção com recursos a tecnologias modernas.

Para a juventude, Nyusi anunciou que cento e cinquenta jovens dos cinco distritos de Nampula beneficiários do programa foram seleccionados para que sejam treinados em diversas áreas do saber fazer.

O combate a corrupção no programa, também, foi destaque na intervenção do presidente, incluindo as más condutas que perigam os programas de desenvolvimento. (Texto: Sitoi Lutxeque; Fotos: Hermínio Raja)