Briga de senhoras termina com estrangulamento de genitais de um jovem

0
285
Um jovem de 19 anos viu os seus orgaos genitais estrangulados por tentar defender duas mulheres que estavam a beber cabanga na cidade de Nampual

Nampula (IKWELI) – Um jovem de 19 anos de idade, cuja identidade omitimos por razões éticas, viu os seus órgãos genitais estrangulados quando tentava acudir uma briga que opunha duas jovens do sexo feminino.

O trágico incidente para o jovem de boa-fé teve palco nas proximidades do mercado 25 de Junho, vulgo “Mercado do Matadouro”, no bairro de Mutauanha, nos arredores do concelho autárquico de Nampula.

Segundo apurou o Ikweli, a briga entre as duas jovens foi resultado da provocação de uma delas, a qual proferiu palavras injuriosas contra a sua adversária que na ocasião regressava da Escola Comunitária do ADEMO, local onde estuda.

A autora da contenda entre as duas mulheres encontrava-se numa cangala, local de venda de Kabanga, uma bebida de fabrico caseiro, de onde foi lançando as suas palavras pouco civilizadas contra a outra jovem que, vendo-se impaciente, partiu para a agressão.

Estando a briga a tomar proporções alarmantes, o jovem herói decidiu acudir as duas “artistas”, só que, para o seu azar, o disferimento de golpes virou contra ele. Na tentativa de se defender, deu com os seus órgãos genitais na boca de uma das lutadoras, a qual mordeu-o com alguma gravidade.

Socorrido para os Serviços de Urgência do Hospital Central de Nampula (HCN), a conclusão não podia lhe ser grave como tal, os ferimentos mereceram cuidados intensivos.

A mãe da vítima, Alzira Alfa, aparentemente preocupada com o facto e por recear que não possa vir a ser avó, pede para que a justiça seja feita e promete que “se a polícia tardar em recolher a ela, nós vamos fazer justiça com as próprias mãos”.

Moradores da mesma zona disseram ao Ikweli que a jovem que começou a briga é de conduta duvidosa, e o seu comportamento é socialmente repudiável, sobretudo quando consome bebidas alcoólicas.

O acto não trouxe nenhum remorso a autora, a qual continuou a consumir bebidas alcoólicas depois de desferir mordeduras aos órgãos genitais do jovem.

Mais tarde, segundo apuramos, a senhora tentou suicidar-se, não sabendo-se se por ligação com o último acto por ela praticado ou não. (Celestino Manuel)