Juiz “exige” que “presos políticos” de Gaza paguem perto de um milhão de meticais em 5 dias

0
196

Maputo (Ikweli) – Os dezoito jovens membros do partido Nova Democracia (ND) detidos no dia 15 de Outubro passado por apenas pretenderem fiscalizar actos eleitorais como delegados e mandatários políticos foi-lhes imposto o pagamento de valores exorbitantes para gozaram da liberdade que lhes foi retirada sem cometerem nenhum tipo legal de crime.

Citada por vários órgãos de comunicação social na capital moçambicana, Maputo, Quitéria Guirengane, mandatária nacional do ND, disse que o juiz do tribunal judicial do distrito de Chókwè fixou uma caução de 40.000,00Mt (quarenta mil meticais) para cada um dos dezoito jovens, perfazendo um total de 720.000,00Mt (setecentos e vinte mil meticais), a qual deve ser paga no prazo de cinco dias.

Esta fonte referi que o partido de que é membro fundador não dispõe de fundos para suprir a esta exigência, e que a maioria dos jovens são apenas estudantes que nem se quer tem alguma remuneração e, pertencem a famílias humildes.

Ainda assim, Guirengane garante que tudo está sendo feito para que este valor seja conseguido e que os jovens voltem a sua vida normal.

Os dezoito militantes do ND ficaram presos perto de quarenta dias sem uma acusação formal, incluindo que não tinham direito de receber visitas e os seus advogados mantinham contactos restringidos, facto que viola os seus direitos. (Ikweli)