Cansado de esperar pela decisão do tribunal: Abdul Hanane cria Águias de Namicopo

0
1277
Abdul Hanane cria novo clube de futebol onze em Nampula

Nampula (IKWELI) – O ex-presidente do Benfica de Nampula, Abdul Hanane, voltou a brindar a praça futebolística com uma novidade. Diante da demora do tribunal judicial da cidade de Nampula em dirimir o conflito sobre a gestão do Benfica de Nampula, o desportista decidiu por criar um novo clube.

Trata-se do clube Águias de Namicopo, cujo foco principal é o futebol onze, estando a preparar-se para militar no campeonato provincial da modalidade, o Nampulense 2020.

“Sem dúvidas, é verdade sim. Quero aqui confirmar, através do vosso jornal, que a equipa Águias de Namicopo existe e vai competir este ano”, assegurou Abdul Hanane.

Segundo apuramos, Águias de Namicopo, do mais populoso e temível bairro de Moçambique, surge na sequência da crise de liderança no seio do Benfica de Nampula, onde Hanane foi presidente por várias épocas.

“As Águias de Namicopo surge para fazer face aos jovens talentosos que gostam do futebol e que estavam a ficar marginalizados, porque como nós sabemos, o Benfica de Nampula está pendurado no tribunal, e um assunto do tribunal leva seu tempo. O ano passado não competimos porque ficamos pendurados, apareceram alguns intrusos que acabaram se filiando por influência do presidente da Associação Provincial de Futebol de Nampula e, este ano decidimos entrar com as Águias de Namicopo”, justificou-se Abdul Hanane, para depois acrescentar que “é uma decisão que passou pelos sócios. Decidimos assim e vai ser assim, por isso os tais sócios fantasmas que apareceram lá no Muahivire não são sócios nenhum, os verdadeiros sócios são estes que pagam suas quotas e têm documentos em dia, tem cartões e recibos de pagamento, por isso não há nada para reprovar e vamos avançar”.

Neste momento, decorre o processo de observação e selecção de atletas que poderão integrar o plantel das Águias de Namicopo que, de acordo com o fundador da agremiação, nesta época estreia-se no campeonato provincial de futebol da 2ª Divisão, o Nampulense. “Vamos filiar a equipa e ao mesmo tempo fazer a inscrição de jogadores. Não queremos filiar a equipa depois os atletas, porque somos uma equipa com uma estrutura organizada, queremos fazer tudo ao mesmo tempo, inclusive a inspecção médica dos atletas, e a partir dai a própria Associação estará em condições de marcar os jogos porque nós queremos competir”, precisou o futebolista.

Por outro lado, o ex-presidente dos encarnados de Nampula, disse sonhar com uma equipa que possa orgulhar aos moradores de Namicopo, mas para tal, segundo a fonte, é necessário a inclusão de todos, começando pela liderança local. “O Benfica de Nampula já foi, e passou para história, agora nasceu Águas de Namicopo, uma equipa que se identifica com o bairro de Namicopo. Agora há um trabalho a ser levado a cabo com a estrutura do posto administrativo municipal de Namicopo, vamos falar com o respectivo chefe do posto, os líderes comunitários, os secretários, até inclusive aos chefes dos quarteirões desta parcela, para estarem dentro deste projecto”, referiu Hanane.

“A seguir há uma propaganda que será feita para permitir que todos moradores do bairro de Namicopo conheçam esta equipa e se identifiquem com ela, para seguidamente promover uma campanha de angariação de mais sócios do clube. Por isso, esperamos que o público de Namicopo possa aderir porque esta equipa é a imagem deste bairro, começando pelos jogadores que compõem o plantel são, na sua maioria, moradores daqui, só um e outro é que vem de outros bairros da cidade”, continuou, para depois concluir que “qualquer decisão que vier do tribunal, estamos prontos, se for má nós vamos recorrer sempre, mas se for boa podemos ir de outra maneira, mas a verdade é que o Benfica de Nampula passou para história e nasceu Águias de Namicopo”. (Constantino Henriques *Foto: Hermínio Raja)