Mulher mata marido em Muatala por motivos passionais

0
596
por causa de ciumes mulher mata marido

Nampula (IKWELI) – Uma cidadã de 44 anos de idade está sendo indiciada de ter assassinado o seu marido com recurso a almofariz no bairro de Muatala, nos arredores do concelho autárquico de Nampula, por motivos passionais.

Na manha desta terça-feira (03), a Polícia da República de Moçambique (PRM), através do comando provincial de Nampula, chamou a imprensa para exibir a senhora.

Em entrevistada, a indiciada nega a acusação que pesa contra si e diz que “o que aconteceu é que o meu marido é que morreu de madrugada e eu sai para fora”.

Dentre várias versões, a senhora contou ainda que “ele [o malogrado] estava a dizer que está mal porque bebeu 7 garrafas de vinho [bebida de fabrico caseiro]”.

No entender da esposa, agora a contas com a polícia, o secretário do bairro é que está a tentar incrimina-la porque encontrou sangue no almofariz e na sua capulana. “O secretário é que está a dizer que eu lhe matei. O sangue que está ai é o sangue que ele estava a vomitar”.

Por seu turno, o porta-voz da PRM em Nampula, Zacarias Nacute, confirmou que a indiciada é mesmo a autora do crime, cabendo as autoridades judiciais provarem materialmente.

“Estamos diante de um caso de ofensas corporais voluntárias que resultaram na morte da vítima”, disse Nacute, para depois esclarecer que “as informações que a polícia obteve, indicam que ocorreu cerca das 1h da madrugada do dia 27 de Fevereiro de 2020, onde por questões passionais a esposa com recurso a almofariz desferiu golpes contra o seu esposo e face a esta situação o individuo acabou perdendo a vida em consequência desses golpes”.

“As evidências recolhidas pela polícia indiciam bastante que a senhora desferiu golpes no seu esposo”, concluiu o porta-voz da corporação. (Texto: Elisabeth José *Foto: Hermínio Raja)