Amnistiados os primeiros 54 reclusos em Nampula

0
569
Os reclusos nao devem voltar a cometer nenhum crime nos próximos 5 anos

Nampula (IKWELI) – No princípio da tarde desta terça-feira (14), o tribunal Judicial da Cidade de Nampula, no norte de Moçambique, ordenou a soltura de 54 réus sob promoção do Ministério Público, em cumprimento da Lei nº 2/2020, de 6 de Abril, a Lei de Amnistia.

Ao todo, espera-se que, em Nampula, sejam restituídos a liberdade o total de 515 reclusos.

“Vão se beneficiar do perdão 182 reclusos do Tribunal Judicial da cidade de Nampula, e já está a se fazer o levantamento dos que vão se beneficiar da amnistia, e até agora foram soltos 54 reclusos”, disse, na ocasião, o Dr. Mahomed Khaled Varinda, Juiz Presidente do Tribunal Judicial da cidade de Nampula, apelando aos abrangidos pela medida para que pautem pela obediência e práticas não criminais, sob risco de voltarem a prisão.

“Vão ser sim soltos, mas estão a ser soltos por uma condição de não cometer nenhum tipo de crime nos próximos 5 anos, porque podem regressar a prisão e pagar pelas duas penas”, apelou o Dr. Varinda aos reclusos soltos.

Do lado de fora do estabelecimento penitenciário, as famílias aguardavam pelos seus membros com emoção e ansiedade. (Elisabeth José)