Trabalhador morre durante manutenção de grua na obra do Banco de Moçambique em Nampula

0
488
As obra do BM embargadas em Nampula provocam um morto

Nampula (IKWELI) – Um trabalhador da empresa de construção civil ACC Engenharia Construções encontrou a morte na manhã de hoje, quarta-feira (29), quando se encontrava a fazer manutenção de uma grua montada no recinto onde está em construção um edifício do Banco de Moçambique (BM), na cidade de Nampula, no norte do país.

Há mais de dois anos que as obras da delegação do BM em Nampula encontram-se embargadas, em resultado de uma disputa judicial pelo espaço entre o banco emissor e um empresário da praça.

Na companhia de um colega de nacionalidade portuguesa, que contraiu ferimentos ligeiros, a vítima entrou na área de comando do equipamento, e por baixo o mesmo cedeu, o que precipitou a queda mortal do mesmo.

“Quando eles entraram dentro da máquina, a tampa de baixo cedeu e o moçambicano caiu e não sobreviveu”, disse ao Ikweli o ajudante da obra Quezam, que assistiu o trágico fim do seu colega.

Esta fonte conta que o operário português não encontrou a morte, pois segurou-se num dos ferros da grua.

A Inspecção do Trabalho em Nampula dirigiu-se ao local, e segundo disse a senhora Olga Nasone, a entidade está a fazer levantamentos sobre o incidente, e “neste momento estamos a nos inteirar se a construtora estava segurada ou não. A responsabilização cabe ao tribunal”.

Esta fonte lamenta o facto de a empresa não ter comunicado o incidente a Inspecção do Trabalho. “Por exemplo, este acidente a construtora não nos comunicou. Recebemos a denúncia através de um jornalista e viemos aqui”.

Esta atitude, segundo a inspectora Olga, é recorrente nas empresas de construção civil, as quais nunca reportam a entidade casos do género. (Texto: Celestino Manuel, Foto: Hermínio Raja)