HCN poderá fazer a testagem nocturna da covid-19

0
40
Laboratorio de civid-19 vai funcionar 24h

Nampula (IKWELI) – O Hospital Central de Nampula (HCN), no norte do país, equaciona introduzir serviços ininterruptos, incluindo nas noites, de testagem da covid-19, pandemia mundial causada pelo novo coronavírus, nos próximos tempos.

Manuel Lázaro é o chefe do Laboratório de Análises Clínicas (LAC) do HCN, e foi da sua locução que o Ikweli apurou esta novidade, por isso defende a necessidade de dar vazão as amostradas colectadas ao nível dos distritos da província, bem como dos vizinhos de Cabo Delgado e Niassa.

“Neste momento, oferecemos os serviços que vão até ao início da noite, e se a situação for progressiva com tendências de aumento de casos, o que se verifica, implicará, para nós, a adaptação de novas medidas de introduzir os serviços no período da noite, o que, também, nos exigirá uma equipa de técnicos, totalmente, treinada. , disse Manuel Lázaro, garantindo que “o laboratório oferece a capacidade, e até ao momento não nos encontramos sufocados.”

Para os serviços de testagem da covid-19, de acordo com o chefe do LAC, o hospital precisa de, pelo menos, quatro técnicos capacitados em cada turno.

“Dois técnicos a fazerem extracção, uma vez que a tecnologia montada no laboratório é de DNA, o que é preciso reinventar com as células e obter o material genético. Igualmente, temos que ter mais um a fazer as misturas dos reagentes e outro a fazer corridas no equipamento. Isso não contempla a parte administrativa, ligada ao registo das informações que são trazidas, o cadastro das amostras e finalmente, a compilação dos resultados emitidos pelo laboratório”, explicou a fonte, ao referir que isso tudo significa desafios para frente.

Desde a montagem do equipamento, para a testagem da covid-19, até esta semana, o laboratório de análises clínicas do Hospital central de Nampula recebeu e testou cerca de 200 amostras trazidas dos vários distritos da província.

No entanto, Manuel Lázaro considera positivo o número significativo das amostras porque, segundo ele, constitui um grande nível de preparação dos distritos que redobram os esforços nos principais pontos estratégicos de vigilância. “Há, na verdade, suspeitas de casos de covid-19 e trabalho está a ser feito no local para fazer face ao dilema”.

O equipamento de testagem das amostras para a covid-19, na maior unidade sanitária da zona Norte de Moçambique foi instalado no laboratório de tuberculose que, também, de acordo com a nossa fonte, oferecia todas as condições possíveis para a testagem desta enfermidade mundial. O que se fez apenas é a acomodação da nova e mais apurada tecnologia de testagem dentro do laboratório.(Esmeraldo Boquisse)