Administrador condenado por vender terra cessa funções em Murrupula

0
50

Nampula (IKWELI) – Crisanto Estêvão Impila, administrador do distrito de Murrupula, que em sede de julgamento foi provada a sua participação no crime de atribuição ilegal de terra naquela circunscrição, viu a sua posição destituída na semana passada.

A 26 de Março do corrente ano de 2020, Impila foi condenado no âmbito do processo 11/2019, deitando abaixo a sua arrogância de cidadão intocável por ser antigo combatente.

Para o efeito, foi nomeada Regina Paulino para liderar Murrupula, e tomou posse numa cerimónia onde, também, tomou posse a directora dos Serviços Provinciais de Assuntos Sociais (Munira Aboudu) e a nova médica chefe provincial, Selma Luísa da Costa Xavier, fazendo juras perante o Secretário de Estado da província de Nampula, Mety Gondola.

“Estou a apelar a vocês para se distanciarem do mal que retarda o desenvolvimento do nosso país, que se chama a corrupção”, apelou Gondola, recordando a memoria que o administrador cessante de Murrupula tem uma condenação pela prática do mesmo tipo legal de crime.

A fonte, também, avançou Regina Paulino, apelando que “senhora administradora, quero lhe apelar para ser bastante humana nas relações que vai exercer, deve ser dirigente mais próxima da população, e dos seus colegas, sobretudo deve ser sensível nas preocupações da população daquele ponto da província”.

E esta empossada disse que vai a Murrupula focada no aumento da produção e produtividade agrária, aproveitando, efectivamente, as qualidades naturais para o efeito existentes naquele distrito.

O desafio assumido pela Doutora Munira Aboudu está voltado ao combate a mortalidade materno-infantil.(Celestino Manuel)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here